08 julho 2017

Resenha: Naughty Boss


Livro: Naughty Boss (Steamy Coffee Collection #1)
Autora: Whitney Gracia 
Páginas: 127
e-Book Amazon

Sinopse: Ele definitivamente nunca deveria receber esse e-mail...

Assunto: Meu chefe
Eu já te disse que eu odeio o meu chefe hoje?
Sexy como o inferno ou não, esse pomposo, arrogante, IDIOTA me pediu para pegar a sua lavagem à seco no segundo em que entrei pela porta. Então ele me disse que eu precisava levar o seu Jaguar a uma lavagem de carro que era dez milhas fora da cidade, mas só depois que eu enfrentasse uma fila sem fim para comprar algum tipo de ilimitado, relógio de cem dólares.
Eu honestamente não posso esperar para ver o olhar no seu rosto daqui há dois meses a partir de agora quando eu lhe disser que estou deixando a sua empresa e que ele pode beijar minha bunda. BEIJAR. MINHA.BUNDA.
Todas as fantasias anteriores a respeito dele me beijando com a sua "boca perfeita" ou me curvando na minha mesa e me enchendo com seu membro logo acabaram. ACABARAM.
Sua melhor amiga,
Mya.
PS — Por favor, me diga que o seu dia está indo melhor do que o meu...

Assunto: Re: Meu chefe
Não, você ainda não me disse que odeia o seu chefe hoje, mas vendo como você me enviou este e-mail diretamente, eu sei agora...
Sim, eu te pedi para pegar a minha lavagem à seco no segundo que você chegou para trabalhar. (Onde está?) E eu lhe disse para levar o meu Jaguar para a lavagem e pegar o meu relógio de mil dólares. (Obrigado por levar cinco horar para fazer algo que poderia ser realizado em duas.)
Você não tem que esperar dois meses a partir de agora para ver o olhar no meu rosto quando você me disser que está saindo. Eu estou parado do lado de fora do seu escritório neste momento. (Abra a porta.)
Nenhum comentário sobre as suas "fantasias", embora eu duvide que elas tenham "acabado".
Seu chefe,
Michael.
PS — Sim. Meu dia está indo definitivamente muito melhor do que o seu...


Português  / English 

Hoje a resenha é de uma das autoras que eu mais gosto de ler. Whitney Gracia sabe escrever um romance com aquela pitada quente, mesmo muita das vezes sendo aquele chichê básico. Nautghy Boss é o livro #1 da série Steamy Coffe Collection, e eu demorei um pouco pra começar a ler, o que fez com que eu me arrependesse, porque esse livro me tirou boas risadas. Vamos lá, vou falar um pouco sobre minhas impressões para vocês.

Michael Leighton é um CEO em uma empresa de publicação literária. Ele é conhecido em Nova York por muitos tabloides como um playboy impertinente, por sempre ter uma mulher diferente do seu lado. Só que dessa vez ele não esperava que uma mulher dissesse ao jornal de fofocas local que ele a largou no lobby de um hotel sem nem lhe dar uma satisfação, como se ela tivesse sido apenas seu objeto de prazer e isso não é bom para a empresa dele. Seu orientador então, dita que ele fique sem ter quaisquer relações sexuais no período de um ano para o bem rentável da Leighton Publishing. Mais um dos seus outros "desafios" é conseguir manter uma assistente por mais de um ano, porque nenhuma das que ele já teve era boa o suficiente para o cargo.

Mya Landon é uma dedicada e inteligente assistente que não aguenta mais seu chefe Michael depois de um ano de empresa. Por mais que ela tenha benefícios que nenhum outro funcionário na empresa tenha, ela não aguenta mais seu chefe exigente pegando no pé dela. Além disso, Mya tem uma "queda" por seu chefe, a fazendo ter pensamentos um tanto quanto impertinentes e desejando ser sua durante um tempo. Mya tem uma melhor amiga na qual ela se corresponde por e-mail todos os dias, falando principalmente sobre seu trabalho, até que um dia em um de tantos e-mails falando sobre o quão seu chefe era gostoso e insuportável ao mesmo tempo, ao invés de enviar para a Amy, ela envia para o e-mail de Michael. 

Eu já fiquei imaginando o que ia dar isso. Michael responde de volta e Mya entra em desespero (EU RI BASTANTE HAHAHA). Ele começa a pedir coisas para ela resolver que levam tempo demais deixando sua vida miserável e insuportável. Mas o que ela não sabe é que seu chefe a observa há um tempo, e não da forma normal que um chefe observaria sua assistente. Ele a quer, tanto quanto ela o quer. E no desenrolar dessa confusão dá para perceber que a tensão sexual entre eles é palpável, fazendo com que um dia o profissionalismo que ambos tem um pelo outro, vá pelo espaço tornando uma das fantasias de ambos bem reais. 
"Seus músculos invadiram consistentemente meus sonhos mais vezes do que eu queria admitir."
Achei a escrita leve e fluiu rápida, fazendo com que eu me divertisse bastante durante a leitura. A narrativa é em primeira pessoa alternando entre visões de ambos os personagens. Os e-mails foram o ponto alto desse livro, principalmente os que Mya troca com Amy. Espero que tenham gostado das minhas impressões, e pra quem lê ou arranha no inglês, vale à pena experimentar essa leitura.


Português  / English 

Today is a review of one of the authors that I like to read. Whitney Grace knows how to write a novel with that hot pinch, even a lot of the time, it's a basic cliche. Nautghy Boss is the #1 book in the Steamy Coffe Collection series, and it took me a while to start reading, which made me regret it because the book made me laugh. Come on, I'll tell you a bit about my impressions for you.

Michael Leighton is a CEO at a literary publishing company. He is known in New York for many tabloids as an naughty playboy, for always having a different woman on his side. Only this time he did not expect a woman to tell the local gossiping newspaper that he dumped her in the lobby of a hotel without even giving her a satisfaction, as if she had just been his object of pleasure and that is not good for the company his. His mentor then tells him to go without having any sexual intercourse within a year for the profitable asset of Leighton Publishing. Another of his other "challenges" is being able to keep an assistant for more than a year, because none of the ones he has ever had were good enough for the job.

Mya Landon is a dedicated and intelligent assistant who can not stand her boss Michael after a year of company. As much as she has benefits that no other employee in the company has, she can not stand her demanding boss anymore by picking on her foot. Besides that, Mya has a "crush" for her boss, causing her to have some rather naughty thoughts and longing to be his for a while. Mya has a best friend in which she responds by email every day, talking mostly about her job, until one day in one of so many emails talking about how bossy and unbearable her boss was at the same time, instead of sending it to Amy, she sends it to Michael's email.

I was wondering what was going to happen. Michael responds back and Mya goes in panic (I LAUGHED A LOT HAHAHA). He begins to ask things for her to solve that take too long to leave her life miserable and unbearable. But what she does not know is that her boss has been watching her for some time, not in the normal way that a boss would watch his assistant. He wants her as much as she wants him. And in the course of this mess you can see that sexual tension between them is palpable, so that one day the professionalism that both have for each other, go into space becoming one of the fantasies of both very real.
"His muscles consistently invaded my dreams more times than I cared to admit."
I found the writing light and flowing fast, making me have a good time during the reading. The narrative is in first person alternating between visions of both characters. The emails were the highlight of this book, especially those that Mya exchanges with Amy. I hope you have enjoyed my impressions, and for those who read or scratch in English, it is worth trying this reading.


"Eu duvido muito que suas fantasias tenham'acabado'... - Seu Chefe."


* Sinopse e resenha feitas em tradução livre.*



3 comentários

  1. Esse é o tipo de livro que nem pego para ler, sei lá essa coisa de "cara sexy, arrogante, blá, blá, blá" sério é tudo igual

    ResponderExcluir
  2. Camila adorei sua introdução. Que troca de e-mails é essa mulher? Já de cara adorei a história. É óbvio que se trata de um tradicional clichê mas ... amamos de qualquer forma não é mesmo? Não conheço essa autora nem essa série mas já entrou nos desejáveis.
    Bjus
    Alfarrábios Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Monique hahahahaha Eu ri bastante e me diverti lendo. Lerei o próximo em breve, e espero que a premissa seja tão boa quanto do primeiro! Eu AMO um clichê, não vivo sem eles.
      Beijos

      Excluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por