08 agosto 2017

Resenha: O Príncipe Corvo

Título: O Príncipe Corvo (Trilogia dos Príncipes # 1)
Autora: Elizabeth Hoyt
Páginas: 350
Editora: Record

Sinopse: Anna Wren está tendo um dia difícil. Depois de quase ser atropelada por um cavaleiro arrogante, ela volta para casa e descobre que as finanças da família, que não iam bem desde a morte do marido, estão em uma situação complicada.

O conde de Swartingham não sabe o que fazer depois que dois secretários vão embora na calada da noite. Edward de Raaf precisa de alguém que consiga lidar com seu mau humor e comportamento rude.

Quando Anna começa a trabalhar para o conde, parece que ambos resolveram seus problemas. Então ela descobre que ele planeja visitar o mais famoso bordel em Londres para atender as suas necessidades “masculinas”. Ora! Anna fica furiosa — e decide satisfazer seus desejos femininos… com o conde como seu desavisado amante.

Olá amantes de romance de época, esse livro com certeza é para vocês. O Príncipe Corvo é o primeiro livro da Trilogia dos Príncipes de Elizabeth Hoyt, série de romance de época adulto originalmente publicada em 2006, mas que chegou ao Brasil pela editora Record apenas este ano. Os próximos dois livros, O Príncipe Leopardo e O Príncipe Serpente, serão respectivamente publicados em Agosto e Setembro.

Participo de alguns grupos de romance de época no facebook e  esse livro sempre foi muito comentado: "Maravilhoso", "Sensacional", "Espetacular"... dentre outros adjetivos sempre eram mencionados juntos. Antes de começar a resenha, queria fazer algumas considerações. O livro se passa na Europa do século XVIII no qual teve a revolução francesa e industrial. Apesar das transformações ocorridas no período, o papel da mulher e dos homens obviamente ainda eram bem diferentes. Apesar da necessidade do trabalho feminino nas fábricas que começara naquele período, as mulheres ganhavam bem menos que os homens e eram muito pouco qualificadas. Ah, por que estou falando sobre história em uma resenha? Por que este foi o primeiro romance de época que li, no qual a mocinha realmente tinha um trabalho para sustentar a sua família.

Anna Wren ficou responsável pelas finanças da família desde a morte de seu marido, quando a situação se torna insustentável,ela decide procurar um emprego. É quando ela começa a trabalhar como secretária de Edward de Raaf, o conde de Swartingham – cargo que absolutamente ninguém consegue permanecer por mais de alguns dias, devido ao difícil temperamento do conde. Porém, Anna não só é capaz de enfrentá-lo como também surgem fagulhas de atração entre eles. 


“ [...] A sociedade poderia não esperar o celibato do conde, mas certamente esperava isso dela. Ele, por ser homem, poderia ir a casas de má reputação e aprontar por toda a noite com criaturas sedutoras e sofisticadas. Enquanto ela, por ser mulher, deveria ser casta sem nem ao menos pensar e olhos escuros e peitos cabeludos. Simplesmente não era justo. Nem um pouco justo. ”

A narrativa de O Príncipe Corvo é em terceira pessoa, não só intercala as perspectivas de Anna e Edward com muita ironia e diversão garantida. Elizabeth Hoyt tem uma escrita que torna muito fácil o desenrolar da leitura e foi uma pioneira dos gêneros, o livro foi escrito em  1970 e as cenas picantes são bem detalhadas - fiquei um tanto impressionada rs . Se apenas a história de Anna e Edward não for o suficiente para você, no início de cada capítulo , tem o  trecho do conto que dá nome ao livro; esse conto na verdade está presente durante a história pois Anna acaba lendo esse livro. Assim sendo, temos na verdade quase duas histórias. 

Retornando ao casal da história, gostei muito da autora tender a focar nos dois. Em como cada um tem suas questões a trabalhar, mas no final é tudo voltado para a construção do romance entre eles, em cada dia de trabalho que eles tem juntos. Nos fazendo torcer para que eles superem o passado e possam viver esse amor.

Anna Wren agora é uma das minhas personagens favoritas. Adorei seu temperamento forte e decidido, sempre fazendo apenas o que uma dama “deveria fazer”, a admirei muito quando passou a questionar as coisas e não abaixar a cabeça para todos a sua maneira, fazendo o que julgava ser certo. O Príncipe Corvo fala de paixões e desejos e, principalmente, sobre os direitos da mulher em uma época que mal era possível pensar sobre eles de forma alguma. O Conde apesar de todas as suas cicatrizes físicas e emocionais, seu péssimo humor, também termina nos cativando. Realmente tem vários elementos para ser uma trama sensacional.

"(...)Edward descobriu que estava sozinho. Ele se sentou diante do fogo apagado em seu quarto, sozinho.Mas era assim que, até muito recentemente, ele estava acostumado a viver.Como um homem sozinho."

Gostei muito do livro e de conhecer a escrita da autora, entretanto achei a resolução dos conflitos no final muito corrida, e talvez por ter criado tanta expectativas, esperasse mais. Porém ainda é uma ótima leitura do gênero e Elizabeth é mais uma autora que quero ler tudo que puder e felizmente a Editora Record trará a trilogia completa ainda este ano.

Até a próxima.


24 comentários

  1. Ola
    Recentemente finalizei essa leitura e gostei muito, estou ansiosa pelo próximo. Gostei muito de Ann Wren, concordo com as suas impressões. Li sem expectativas, então não me decepcionei, achei uma leitura bem dinamica.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Romances de época são um dos meus gêneros favoritos e confesso que estou curiosa com essa leitura desde que lançou e vejo muita gente falando bem sua resenha me deixou ainda mais curiosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Eu sou a louca dos romances de época!!! Amo demais esse gênero <3
    Tenho lido excelentes comentários sobre essa obra, a premissa me atraiu bastante e acredito que ela tem tudo para se tornar minha favorita do Skoob... A edição está um arraso ;)
    Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Helyssa!
    Recebi o livro recentemente e estou com muita vontade de ler. Em breve inicio!
    Com a sua resenha, vou tentar baixar as expectativas e ler com calma. Espero assim amar a história. ^^
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Hellyssa!
    Já tinha ouvido muito falar dessa autora, e acho que me lembro de ler algo parecido com a história desse casal, mas não tenho certeza. Achei interessante o fato de o livro ter sido escrito na década de 70 e ter várias cenas descritivas. Pelo visto ele está meio na categoria de erótico. rsrs
    Adorei sua resenha, vou deixar como dica, já que adoro romances de época.
    Bjs!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Oi Helyssa, eu estava interessada só na arte gráfica do livro, mas depois de alguns elogios por aí, o enredo começou a me interessar também. Acho que a sua resenha foi a premira a falar sobre um toque divertido na narrativa e isso me anima ainda mais. Sobre os conflitos terem sido resolvidos rapidamente, to achando um pouco comum nos livros do gênero, mas quero conferir mesmo assim!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi.:)
    Se o livro é de época eu já quero ler rs.
    Adorei a capa e suas impressões sobre a estória.
    Quando tiver a oportunidade de ler, não vou com muita expectativa pra não me desapontar.
    Parabéns pela resenha flor.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  8. Oi Helyssa,
    comecei a ler esse livro recentemente e já estou completamente apaixonada pela narrativa, a primeira cena desses dois me cativou de imediato e me fez dar boas risadas, não creio que terei problemas com essa leitura. Confesso que quando li a sinopse pela primeira vez considerei a premissa bem ousada para um livro de época mas agora já estou mais familiarizada com as possibilidades e super empolgada com a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Quero ler, mas verba que é bom, nada! A temática me agrada muito!

    Rita Flôres
    paragostardelerbrasil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Gostei da maneira como vc apresentou o livro o enredo me encantou. Não li muitos livros de época, mas este com certeza já entrou para minha lista. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Amo romance de época e assim como você minhas expectativas para esse livro são altas! Vou esperar passar um pouco a "febre" para garantir o meu exemplar <3

    Adorei saber que os amantes de romance de época vão adorar esse livro, pois sou apaixonada pelos livros do gênero! Uma pena o final ter sido corrido! Esse é o mal da expectativa né? fiquei com medo agora kkk

    Adoreei sua resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Estou louca para ler esse livro e acabei de ganhar ele de presente. Assim como você li vários comentários referentes a esse livro e todos maravilhosos e isso me deixou muito curiosa, pois sou uma boa amante de romance de época. Gostei da sua resenha bem detalhada, bom que já vou entrar com intimidade com os personagens. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oi! Que capa linda! Faz tempo que não leio romances de época e achei essa premissa bem interessante. É importante se inspirar em mulheres fortes daquela época, porque ainda vejo muita gente que acredita nos antigos costumes do que a mulher pode ou não pode fazer.
    Adorei a resenha e anotei a dica aqui!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Estou vendo tanto a capa desse livro, que já estou louca para ler.
    Sua resenha foi a primeira que eu li e fiquei apaixonadaaaa.

    Beijos
    Leitora Dramática
    https://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Helyssa,
    Estou louca de curiosidade para ler esse livro - e toda a série. Acho a ideia de a mulher estar tão forte, tão precisada de algo assim muito interessante. A narrativa em terceira pessoa parece acrescentar muito à leitura e espero ter a oportunidade de ler esse livro para ontem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, realmente eu só vejo o pessoal falando bem sobre os livros da Elisabeth. Ainda não tive oportunidade de ler nenhum. As vezes acaba acontecendo o mesmo que aconteceu com você, crio uma expectativa enorme e no final não era isso tudo que imaginamos, mas tenho que admitir, to super curiosa por esses três livros hahahahaha.

    Adoro mocinhas que são atrevidas, essas mocinhas água com açúcar não estão com nada na minha opinião. E já gostei dessa! Assim que tiver uma grana sobrando vou adquirir esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?

    Alguém me falou sobre a autora, mas ainda não tive tempo de ler nada dela. Gostei muito de sua resenha, nos apresentou variantes para conhecer a estrutura narrativa da obra. Coloquei na minha lista de leitura, espero conseguir ler o mais breve possível

    beijoss

    ResponderExcluir
  18. Estou louca por este livro. Ainda não consegui comprar e estava torcendo para receber da editora, mas não aconteceu, rsrs. Acho que vou esperar o segundo livro sair, daí eu compro os dois. Já vi muitos falando que a história é maravilhosa e estou morrendo de ansiedade para conferir eu mesma.

    ResponderExcluir
  19. Gente, acho que sou uma das únicas pessoas que não gostaram do livro. Não o li na íntegra, mas dei uma boa lida nele por várias páginas e... não me conquistou. Mas ainda vou dar uma outra chance a ele e ver no que dá.

    ResponderExcluir
  20. Estou nessa fase Game of Thrones e só de ler corvo já fiquei com vontade de ler hahahah ainda mais envolvendo príncipe!

    ResponderExcluir
  21. Oii!
    Não estou acostumada com romances de época, mas essa capa me chamou atenção desde que eu vi...
    Acho que darei uma chance ao livro.

    Beijos

    http://www.euastronauta.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Não sou de ler romances, mas adoro romances de época. É legal saber que mesmo na época que se passa, a autora consegue dar personalidade para a protagonista, a ponto dela ser forte. Fiquei querendo ler, principalmente pelas histórias intercaladas, e adorei sua resenha :)

    ResponderExcluir
  23. Olá,

    Não costumo ler livros no hype e como já li umas resenhas negativas sobre esse livro, estou adiando a leitura, de preferência para um momento em que minhas expectativas sejam nulas.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. oie, achei bacana a record não enrolar para lançar os outros da trilogia e vamos ter todos esse ano para lermos. Bom, eu ando em uma época meio enjoada de romances de época, por isso não é minha pretenção ler esse agora, mas gostei de saber que a mocinha tem um trabalho e que fala de certa forma dos direitos femininos. também achei bacana a autora ter escrito o livro antes de romances de época virarem tão modinha assim.

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por