16 outubro 2017

Resenha: Big Rock

Livro: Big Rock
Autora: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Páginas: 224

Sinopse:“A maioria dos homens não entendem as mulheres.”
Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.
Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente – comprometedor… pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado… até agora.

Vamos lá gente, como não admirar essa capa? Para mim, impossível rs
Li esse livro em uma sentada e foi surpreendente. Obvio, após essa capa e sinopse dá para imaginar o que vem pela frente, só que Spencer Holiday tem tudo para ser um cara megalomaníaco, ainda mais que a narrativa é dele, mas essa impressão passa logo assim que começamos a leitura e nos divertimos com seu sarcasmo e sinceridade. 

Big Rock é como uma deliciosa comédia romântica mais apimentada. Lauren Blakely me conquistou com sua narrativa leve e divertida sabendo levar muito bem toda a história por um ponto de vista masculino.  Acho que minha única crítica seria em como Charlote acabou ficando meio apagada, acho que ela poderia ter sido melhor explorada, mas isso com certeza não tira atrativos da história. 

"Eu posso ser um mestre na arte de trepar, mas também sou um cavalheiro. Eu abro as portas do seu coração antes de abrir as suas pernas. Eu puxarei a cadeira para você sentar, tirarei seu casaco, pagarei o jantar e a tratarei como uma rainha, na cama e fora dela."

Vamos lá, Spencer apesar de saber que é uma GRANDE pessoa, não é um idiota. Ah, ele é ridiculamente sexy e cheio da grana sim, porém ele é um ótimo amigo, filho e irmão. Seu sucesso entre as mulheres é porque ele sabe como as tratar, apenas não quer um compromisso sério. Acompanhar seu raciocínio é fora de série, mas isso é só mais um atrativo. Nós somos apresentados a ele logo de cara, se ele não nos conquistasse, a leitura apenas não iria funcionar

Spencer também nos apresenta sua sócia e melhor amiga: Charlotte. Nas palavras dele, “uma mulher bem-sucedida, doce e adorável, que é sexy como pecado”. A amizade deles é genuína e de longos anos com uma ótima dinâmica, então quando Spencer vem com a ideia absurda deles fingirem ser um casal, não acharam que seria deliciosamente complicado.


"Com Charlotte eu posso ser simplesmente eu mesmo, e não tenho isso com mais ninguém."

Para quem já leu qualquer romance que começa com um casal de amigos, consegue imaginar como isso iria terminar, porém mesmo sabendo que é clichê, como uma apreciadora do gênero com certeza o coloquei na minha lista de favoritos e indico a todos que querem uma leitura leve e divertida ou assim como eu, se livrar de uma ressaca literária.

Os personagens secundários aparecem pouco, entretanto podemos imaginar o que virá pela frente nos próximos livros. O segundo já está em pré-venda (obrigada Faro Editorial pela rapidez) e será do melhor amigo de Spencer. Se você quer se apaixonar por mais um personagem literário, dê uma chance a Spencer Holiday.

Até a próxima!

17 comentários

  1. Oi, tudo bem?

    Já li algumas resenhas desse livro e cada uma que leio, fico com muita vontade de ler este livro. Ele faz bem meu estilo de leitura, e gosto muito desse tipo de clichê. Estou querendo muito lê-lo ainda este ano.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gosto de personagens sarcásticos, irônicos e engraçados. O fato da moça ficar em segundo plano pra mim parece inovador, nessas histórias é sempre a moça
    que narra seus devaneios hot com o bad boy. Uma boa dica de leitura, valeu.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Gostei de ler sua resenha, mas, sinceramente, não me adaptei a livros desse genero, então, prefiro passar a dica.
    Pra quem curte hots deve ser uma leitura legal.
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?
    Já ouvi falar muito desse livro por aí e cada vez fico mais curiosa para conferi-lo! Não curto muito essa capa (Rs), mas saber que esse livro se assemelha a uma comédia romântica mais apimentada me deixou super curiosa. Saber que o personagem é tão encantador só aumentou a curiosidade,então, dica mais que anotada! Adorei a resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhhh gente!!!
    Como eu quero ler esse livro.
    Essa autora eu acho que foi um acerto da Faro, porque o que tem de gente falando dela atualmente e somente coisas boas!!
    Eu sou uma fã assídua do gênero, completamente apaixonada mesmo e por isso estou ansiosa para realizar a leitura desse livro. Tenho certeza que eu vou amar!!!

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  6. Oi, Helyssa! Confesso que li pouquíssimo do gênero, mas fico feliz pela leitura ter te conquistado. è muito om quando um livro se torna queridinho assim!
    Voltarei para conferir outras impressões de suas leituras, viu?
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oii Helyssa! Gostei muito da sua resenha. Eu já li váaarios comentários sobre esse livro na blogosfera e no bookstagram e vejo que muita gente amou a história e os personagens. Eu já fui grande fã do gênero, mas acho que acabei enjoando... De qualquer forma, não descarto a possibilidade de vir a realizar a leitura futuramente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Helloo, tudo numa nice?!
    Ah, eu não admirei essa capa. Achei apelativa demais e um atentado aos olhos. Nossa! Eu não leio livros nesse gênero e aí está a minha aversão a capas nesse estilo. Sempre passo longe. Histórias clichês tbm não chamam a minha atenção. E esse livro não me conquistou em nada.
    Cada um gosta de um gênero diferente, né não?!
    Beijin...

    ResponderExcluir
  9. Oi. Tudo bem?
    Muito bom saber que gostou tanto do livro. Ele parece ser interessante, mas infelizmente não é o tipo de leitura que eu gostaria de fazer. Apesar disso, gostei de saber um pouco mais da história, principalmente de ler a sua resenha. Com certeza, vai cativar muitas pessoas a ler. Muito boa a resenha.
    Abraço 😀

    ResponderExcluir
  10. Oi Helyssa, apesar do modelo da capa ser lindo demais, não consigo realmente respeitar este tipo de livro... sério, acho extremamente apelativo esse tipo de capa. O enredo também não me chamou muito a atenção por isso vou deixar a dica passar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Bacana saber que o segundo lvro já saiu do forno, não é nada legal ficar esperando! Esse livro tem aparecido nas minhas sugestões na Amazon, a sinopse já me ganhou, está na minha lista de desejados! Adorei conferir suas impressões.

    ResponderExcluir
  12. Ai gente, eu vejo essas capas com homens semi-nus, sarados, e fico com uma preguiça de ler. Sério, livros hots não tem graça nenhuma pra mim! São sempre com a história parecida, virou clichê. Obrigada, mas passo a dica ^^

    ResponderExcluir
  13. Eu não gosto muito desse tipo de capa, mas o que interessa é o conteúdo. E, depois, o que não é clichê hoje em dia? Que tal a gente ler um livro para se divertir, com a mente aberta? Vou ler sim.

    Rita Flôres

    http://paragostardeler1.blogspot.com.br
    http://paragostardelerbrasil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Confesso que a capa não me agradou muito, mesmo eu sendo uma leitora de hot, não sei, só acho que capas apelativas tiram o foco da história e pela sua ressenha parece que acontece. Eu gostei da premissa e da forma como você apresentou o livro na sua resenha então vou anotar na lista e voltar a ele quando tiver um tempo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Li muitas resenhas positivas sobre essa obra, e mesmo muitos elogiando ao máximo, estou tentando controlar minhas expectativas, principalmente porque até agora não li nenhuma resenha negativa, e não quero me decepcionar, acho que irei esperar o hype passar para começar acompanhar essa leitura.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. É a segunda resenha que encontro dessa autora hj e com ótimos elogios. Já coloquei a autora na minha lista de leitura justamente pela sua fina de escrever o gênero. A única coisa que realmente nos gosto, são essas capas para destacar o gênero. Eu realmente odeio! Mas tirando isso, tudo bem. Haha
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  17. Olá Helyssa,
    Já li Mister O da mesma autora e gostei muto da escrita da autora e dos personagens. Conheci o Spencer nele também e já sei o que acontece com ele. Fiquei contente por você ter curtido a leitura e por mesmo sendo um clichê, ele ter te agradado.
    Vou me arriscar nesse livro!
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por