18 novembro 2017

Resenha: DangeRock I

Livro: DangeRock
Autora: M. S Fayes
Editora: Pandorga
Páginas:288   

Sinopse: Eve McGannon lidera a banda DangeRock desde adolescente. Sua voz atrai multidões como um ímã, da mesma forma que sua timidez a impede de confessar seu amor eterno por Brandon Conwell, o guitarrista e amigo de infância que sempre esteve ao seu lado, mas sem nunca percebê-la como mulher. Quando a banda recebe uma proposta irrecusável, o grupo unido se vê imerso em um turbilhão de sucesso absoluto e suas complicações. Isso inclui um astro musical que desperta um poderoso sentimento de ciúmes em Brandon, ao mesmo tempo em que tenta fazer Eve abandonar suas desilusões e ir em busca de novos sonhos. Eles aprenderão que o coração comanda todos os atos dentro e fora do palco. Basta apenas que sigam os sentimentos através das melodias que eles mesmos entoam.

Oi gente, voltei hoje com a resenha de mais um livro da Martinha <3. Fiz a leitura em ebook há um tempo atrás e devorei em um único dia. O livro nos conta  a história de uma banda de rock que começou na garagem e 5 anos depois é conhecida por todo o país. Foi uma leitura fluída, com momentos tensos e divertidos. Nos mostrou dois lados desse universo rockstar e é mais uma leitura nacional que fiquei muito satisfeita em concluir.

Brandon e Eve são vizinhos e melhores amigos há anos, porém só na visão dele, já que Eve é apaixonada por ele desde sempre e o considera o amor da sua vida. Desde o colégio ela o vê desfilando com várias meninas e com o sucesso da banda vem as groupies e seu coração vive sendo destroçado. Eve é uma mulher linda, com seus cabelos roxos passa a imagem de rockeira rebelde e segura de si, mas anos esperando Brandon a notar, a fez um tanto insegura e inocente.

"Por que você não me enxerga? Você não vê que eu desejo seu toque? Que eu derreto por você? Minha pele deseja seu afago, com a mesma intensidade que uma flor deseja chuva. Eu ainda permaneço aqui de qualquer forma. Ainda permaneço exatamente aqui."

Apesar das várias tentações que a banda é cercada, a frase Sexo, Drogas e Rock’roll não se aplica 100% a eles, apesar que sexo faz parte da vida dos menino da banda, não que sejamos expostos a isso rs Mas fica implícito. Com Eve nos vocais, Brandon na guitarra, Malcon na bateria e Phil no baixo eles estão em turnê e chamam a atenção de Mitchell Clay, a estrela da FunBock e são convidados a fazerem abertura dos shows da banda.  Mitchell é um roqueiro gato que vai chamar nossa atenção logo de cara, assim como a da Eve que não está acostumada com o tipo de atenção que ele dedica a ela… O que é bom, pois a ajuda a pensar mais em si e fazer o Brandon finalmente notar que ela não é mais uma menina.

“Era hora de tentar passar por cima das coisas que me feriam, tentando não ferir em medida igual…”

Com tantas mudanças ocorrendo na vida desses meninos, é legal acompanhar a amizade
entre eles. Eve apesar de ser bem direta e segura em vários momentos, foi muito ingênua em alguns pontos, causando situações que fizeram meu coração parar. Brandon apesar de parecer ser o cara, e conquistar muitos corações, foi merecido cada momento de ciúmes que passou e as lágrimas que derramou. Pode parecer insensível, mas a autora conseguiu levar a história muito bem e um romance que tinha tudo para ser um clichê, nos coloca em uma montanha russa emocional e não conseguimos parar de ler. 

Essa nova dinâmica entre Eve e Brandon nos faz presenciar muitos momentos musicais, drama, discussões,  amor… ver os dois juntos é tudo de bom (apesar que quase torci contra no início rs). A relação de amizade entre os integrantes da banda também é muito legal, Phil um tanto mais lento e Malcon quieto e observador, nos faz querer ler logo o os próximos livros e vê-los encontrar o amor também. 

Se eu fosse resumir o livro, diria que é uma leitura que mexe com a gente, nos fazendo pensar sobre o assédio e ver como pode ser cruel a vida por trás dos bastidores. A autora soube introduzir mais um tema polêmico e trabalhá-lo muito bem, nos dando três pontos de vista, tornando a história ainda mais completa. Se eu fosse citar um ponto que não gostei, foi que senti falta de um pedido de desculpas maior… quem leu vai entender. 

“- Cara, quando uma mulher assume seus sentimentos, você para, escuta e espera o mundo entrar em órbita de novo, principalmente se essa garota for alguém por quem você tenha afeto.”

Amei cada sentimento que tive durante a leitura, principalmente durante as partes musicais. A M.S Fayes arrasou em mais um livro, ele me pegou do início ao fim. Se você busca um livro com ritmo rápido e envolvente, venha ser fã da DangeRock também.

Boa leitura!

13 comentários

  1. Aaaah... fico feliz que tenha se divertido e tido tantos sentimentos conflitantes... É bem legal ouvir isso, opa, ler isso...
    Adorei a resenha!!!

    Bjuuu

    MS Fayes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada vc por nos apresentar a DangeRock. :*

      Excluir
  2. Oi, tudo bem??

    Já tinha visto esse livro antes, nao lembro onde agora. O enredo parece ser bem legal, do jeito que eu gosto. Gosto muito dessa pegada musical e agora fiquei bem interessada no livro. Voi anotar a dica para as férias.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, preciso dizer que eu concordo em tudo que você falou na resenha e por mais insensível que você possa parecer para quem não conhece a história, para quem leu (como eu) é impossível não reconhecer que ele mereceu cada ciumes e choro por ser tão burro e dificultar tanto a nossa vida!!! Mas a Martinha é maravilhosa e é impossível não amar os livros dela, mas confesso que o que eu to mais ansiosa é por Sunshine, desde que li o primeiro capítulo no conto que ela publicou na Amazon, não consigo esquecer, com certeza vou favoritar de longe! Amei a resenha <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ahh Evie e Bran são um casal fofinho.
    Gostei da leitura, mas o segundo livro conseguiu ser muito melhor.
    Gosto da escrita da M S Fayes e seus romances são sempre muito cativantes.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem??

    Não conhecia o livro, e que bom que a leitura é boa.
    Acho legal além do romance o livro ter historia e algo com o que refletir, apesar de ser doloroso ler sobre assedio, mas infelizmente temos que falar sobre isso.
    E melhor ainda mesmo tendo um tema pesado, é legal o livro ser leve e gostoso.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Lembro que na época do lançamento eu quis ler este livro. Mas depois não sei o que aconteceu... eu perdi um pouco o interesse. Fico feliz que você esteja gostado, sempre bom ler algo que nos leve a reflexão.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Primeiramente, parabéns pela resenha Quando vi que o livro tinha esse plano de fundo musical já me vi correndo dele. Mas, pelo contrário, estou bem curiosa para lê-lo e apreciar a leitura como você.
    E só de saber que o livro vai mexer comigo, huum, já está na minha lista de próximas leituras!

    ResponderExcluir
  8. Oiii,

    Achei a premissa interessante, mas acho que não é o tipo de leitura que eu faria no momento. Até porque minha lista de leituras tá tão grandinha que tá difícil arrumar espaço. Foi um ótima dica pra quem tá nessa pegada.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e fiquei curiosa para ler. No entanto, preciso destacar que me incomoda um pouco esses livros que a mocinha tinha tudo para ser forte, mas fica insegura por causa de um caro. E acho pior ainda quando ela isso só começa a mudar porque outro cara a nota. É um estereótipo que precisa ser mudado, eu acho.
    De qualquer forma, apesar desse ponto que mencionei, sua resenha ainda me deixou curiosa para ler, porque quero ver como esses personagens vão evoluir. Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi. Tudo bem?
    Adoro conhecer autor e livro nacionais. Por isso, eu gostei bastante de ler sua resenha. Pela história, eu pude ver que não é o tipo de livro que chama a minha atenção. Mas parece ser bem interessante, até porque trabalha com um tema interessante. Fiquei curioso para saber qual é essa desculpa que faltou na história. Adorei ler sua resenha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Adoro livros com música e acho que me emocionaria como você se emocionou nas partes musicais.
    Quero ler!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá ♥
    Tenho esse livro no kindle, acho a capa dele uma graça e saber que tem banda já me agrada. A história parece ter lá os seus clichês que já estou prevendo daqui, mas todo romance tem sua parte clichê mesmo assim ainda estou curiosa para fazer a leitura do livro. A capa desse livro está maravilhosa ♥
    Gostei bastante da sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por