09 janeiro 2018

Resenha: DangeRock 2

Livro: DangeRock 2 
Autora: M.S. Fayes
Editora: Pandorga
Páginas: 320

Sinopse: Depois de meses de turnê, Malcom Rubber, o baterista sério e compenetrado da DangeRock, aceita o convite do amigo para passar duas semanas de um descanso merecido na casa de Hannah, a irmã mais velha de Phil. Ele só não imaginava ficar encantado pela linda e meiga babá do pequeno Maxwell, sobrinho do Phil. Ashley Collins se desdobra em dois empregos para conseguir vencer os obstáculos que a vida lhe impôs. Em meio a um momento difícil, Ash não tinha se preparado para dar chance ao amor ou viver as experiências que uma jovem da sua idade normalmente vive. Mas bastou colocar os olhos em Malcom, e seu coração tomou um ritmo preocupante e acalentador. Os dois não faziam ideia de que aquele encontro estava destinado a curar feridas e apaziguar as dores que enfrentariam.

Oi gente, preciso dizer que terminei esse livro in love pelo Malcon <3. Li o DangeRock após a Bienal de 2017 e quando a Pandorga anunciou a pré-venda do segundo livro, comprei sem pensar duas vezes e a espera valeu a pena, até o momento esse é o meu preferido da trilogia. Enquanto no livro um Brandon demorou a me cativar… Malcon me conquistou facilmente e não consegui parar de ler até chegar ao fim. E que final! Não conhecia esse lado da Martinha, mas entendi que foi necessário e terminei mais um livro dela com aquele sentimento de "que leitura maravilhosa".

A partir daqui, pode ter alguns spoilers do  livro 1

Todos nós em algum momento precisamos de um merecido descanso e após uma intensa turnê, DangeRock vai tirar uma folga de duas semanas. Enquanto Eve e Brandon ainda estão na fase lua de mel e vão passar um tempo a sós, Malcon decide passar essa pausa com a família de Phil, pois  ele considera a DangeRock sua família, já que seus pais não aceitam a sua profissão. Assim os dois vão para Passadena, onde nosso baterista  irá conhecer Ashley, vizinha e babá de Max.

Malcon se encanta pela beleza de Ashley desde o primeiro instante e não demora muito para perceber que ela é totalmente diferente das groupies que ele está acostumado a pegar. Ela o surpreende com o vasto conhecimento musical que adquiriu ouvindo música com seu pai, mas além disso Ashley já levou suas rasteiras da vida e isso reflete na forma como lida com as situações.

“A garota parecia um anjo encarnado. Os cabelos loiros eram um tom meio dourado, meio mel, e p**...eu estava analisando a tonalidade dos fios da garota, mas no estado em que me encontrava? Eu estava encantado.”

Após perder os pais, com o incentivo de sua avó, continuou a estudar e viver sua vida, porém após descobrir que sua parente mais próxima, e única está doente ela passou a viver para trabalhar e cuidar dela. Depois de pausar sua vida e os estudos, começar a trabalhar em dois empregos para juntar dinheiro para a cirurgia de sua avó,  ver o interesse do Malcon é surpreendente para ela.

Como temos os pontos de vista dos dois, conseguimos ver que o interesse é recíproco mas ambos são teimosos e não querem aproveitar o momento e ver o que pode rolar. Felizmente não somos os únicos a perceber isso, Phil também percebe e resolve fazer de tudo para ajudar seu amigo. Malcon é quem tem o apelido de Mestre dos Magos, mas nesse livro é Phil quem nos surpreende por ter uma boa visão das coisas e dar os melhores conselhos. Sério, dei boas risadas com ele, mas ele realmente deu seu empurrão nada sutil para juntar os dois.

Phil aparece bastante nesse livro, até porque eles estão na casa da família dele e é muito legal ver que tem muitas camadas no baixista da DangeRock. Alô Pandorga, já queremos o livro do Phil o mais rápido possível, please!

Voltando ao nosso casal rs, Ash e Mal são ótimos juntos. Apesar de terem tanta gente que querem o bem deles, ainda são almas solitárias e autora soube conduzir o ritmo do relacionamentos dos dois muito bem. O livro é maravilhoso, Martinha me conquistou mais uma vez. 

“Ashley conquistou um espaço no meu coração e mostrou que eu estava vivendo uma espécie de vazio existencial através de cada nota musical entoada pelas músicas que tocávamos.”

A edição merece destaque mais uma vez, assim como o primeiro está com uma revisão que não encontrei erros e com uma capa maravilhosa. O projeto gráfico das folhas dentro do tema do livro está lindo.

DangeRock 2 por enquanto é o meu livro preferido da trilogia. Ele fala sobre a importância da família, não só de sangue, mas aquela que a gente escolhe: os amigos. Martinha também nos faz refletir sobre a importância do viver o agora, de fazer também o que é bom pra gente independente do que os outros vão pensar.

Esse livro foi minha última leitura de 2017 e serviu para coroar um ano de ótimas leituras e abrir minhas resenhas de 2018. Espero que vocês tenham gostado e também queiram entrar para o fã clube da DangeRock.

Até a próxima!




18 comentários

  1. Uhuuuu! Que delícia! Eu abri as resenhas de 2018! Poxa! Que alegria saber que vc gostou! Fico muito feliz! Malcom é amor puro... e o Phil... bom... o Phil acho que vai arregaçar o coração de vcs de vez... hihihi... só acho.
    Amei a resenha! Ameeeeei!

    Bjuuu

    MS Fayes

    ResponderExcluir
  2. Heiii, tudo bem?
    Ahhh mta gente super elogia esse romance nacional da M.S. Fayes e eu, claro, estou mega curiosa pra saber tudo!!
    Adorei o que falou do livro 2 e já quero mto os dois volumes, amo romances e esse tem aquela pegada, hahah.
    Otima resenha.
    Amei a dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom?

    Eu lembro que, quando comecei a ler o primeiro livro de Dange Rock, não tinha gostado tanto e, por isso, acabei deixando de lado a leitura. Não lembro qual foi o motivo em específico na época, mas sei que fiquei chateada, porque eu gosto bastante dos livros da Martinha. Acho que o Brandon deve ter demorado para me cativar, assim como você. O que eu mais fiquei curiosa nesse livro é sobre o Phil, pois parece que eu vou querer saber mais sobre ele do que a história do Mal e da Ash, rs. Quero o livro dele logo, assim eu posso voltar a ler a trilogia.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Ahhh que bom que gostou tanto dessa leitura <3 Sempre leio resenhas positivas sobre o primeiro e fico bem curiosa, porém a premissa em si não me chamou tanta atenção... Mas quem sabe eu pego num futuro próximo e acabo gostando, não é mesmo? Então não vou descartar a possibilidade de leitura. Essas capas são lindas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Conheço a trilogia bem por cima, mas me parece ser boa, leve e fluída. Espero ler alguma coisa da Martinha e ver se ela também me conquista. Ótima dica Helyssa.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Sou apaixonado pelos livros da Pandorga, apesar de ter lido poucos, provavelmente uns dez, não sei bem o número de cor, eu acompanhei a série quando o primeiro livro foi lançado e estava na maior emoção de ler, até adicionei na minha lista de compras, mas decidi adiar a leitura, péssima escolha... Até hoje estou querendo ler o livro, talvez eu compre ele na próxima.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Pulei grande parte de sua resenha porque não queria pegar spoiler ): Essa é uma leitura que quero MUITO fazer. Mas fico feliz em saber que foi seu livro favorito. Fiquei fascinada pelo seu blog, aqui é o paraíso dos romances hahaha.

    ResponderExcluir
  8. Pulei parte da resenha, mas o pouco qie li gostei e acho que dar uma chance pra trilogia. Ainda mais quando vc disse que e seu favorito isso ganhou pontos comigo kkkkk...

    Bruna
    https://odiariodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi tudo bem?
    Eu tenho esse livro, comprei no final do ano, agora você me animou em ler, adorei sua resenha me deixou muito curiosa e ansiosa por ler o livro, dica anotada, obrigado e parabéns! Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Helyssa!
    Curti a premissa da história, embora pareça ser beeeeem clichê. Pela sua resenha, parece que ela soube desenvolver bem a história, então o clichê é mega perdoável rsrs.
    Fica como dica!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem??

    Não conhecia a serie, e acabei lendo tudo, apesar do spoiller do livro um, mas sou meio lerda amanha ja esqueci, kkkkk
    Não curto muito histórias desse tipo, mas achei bem legal, e vou procurar mais para conhecer.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Oie amore,

    Que delicia ler um livro com sentimento de leitura maravilhosa!
    Parece se tratar de um livro maravilhoso e muito bom de ler.
    Vou anotar a dica por aqui!
    QWue venham mais leituras como essa.


    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi!

    Apesar dos seus olhos em relação a obra e dos temas importantes tratados como família, não é um livro que eu tenho interesse em ler no momento, porque estou meio saturada de romances. Mas pretendo conhecer não só o livro, mas também a trilogia. Parabéns pela review.

    beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oiii,

    Eu não conhecia os livros, mas depois de ter lido Rock Star e não ter tido uma experiencia tão boa assim (a personagem principal é unica e exclusivamente irritante de mais pro meu gosto) eu acabei desgostando de histórias que tenham estrelas do rock, acho que está trilogia seria um bom retorno ao gênero. Vou anotar a dica e quando tiver uma oportunidade irei ler.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá Helyssa!!!
    Estou com o primeiro livro para ler da trilogia, mas admito que eu tenho uma alta queda por bateristas e pelo jeito esse já me ganhou.
    Livros que tem rockeiros normalmente são aqueles que me ganham, pois eu gosto de um bom rockeiro...
    JESUS!!!
    Achei a capa dos dois livros lindas e essa pra mim tá mais bonita por está as cores que me atraem.
    Parabéns pela resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Helyssa, como está?
    Li a primeira resenha dessa série e adorei a proposta dos livros, envolvendo rock e romance!
    Adorei o teu texto e acei que mostrou bem as tuas impressões sobre o livro! Gosto quando um texto me passa confança.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá! Me esquivei feito Matrix dos spoillers fghkf. Apesar de achar essa temática de astro do rock meio batida e clichê, já estou procurando mais sobre o livro 1 para ver se dou uma chance à obra. Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Amei a capa, também gostei a sinopse. Costumo ler esse gênero em ebook antes de dormir, acabo lendo rapidinho. As vezes me dá a louca e fico viciada em series de rockstar! Adorei sua resenha! Beijos!

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por