25 janeiro 2018

Resenha: Dirty Doctor


Livro: Dirty Doctor (Steamy Coffe Collection #2)
Autora: Whitney Gracia
Páginas: 122
e-Book Amazon

Sinopse: "Incline-se sobre a mesa e afaste as pernas para mim..."
Ser um médico em Nova Iorque nunca foi fácil. Especialmente para alguém como eu, que tem um consultório particular e uma equipe incompetente que insiste em me deixar para substituir o lugar deles. Ao longo dos últimos seis meses, realizei vários exames de Papanicolau, três "exames de mamas" por dia, e cuidei de várias cirurgias. (Isto seria aceitável, se eu ainda estivesse interessado em medicina geral, mas eu não estou. Eu supostamente sou um maldito terapeuta...) Quando a minha equipe finalmente chegou aos seus sentidos e decidiu trazer alguém mais competente para a prática, eu estava realmente exultante. Até que eu percebi que a nossa nova "médica" era ninguém menos que a mulher que eu deveria ter encontrado para jantar há duas semanas. A mesma mulher que me deixou com nada mais do que um "Eu não posso encontrá-lo mais, desculpe," depois que concordou em tornar as nossas conversas online em realidade. Eu não esqueci sobre nenhuma das fantasias sejas que ela me contou, e eu nunca apaguei nossas mensagens sujas. E se ela pensa que eu vou agir como um "profissional" e fingir que essa merda nunca aconteceu, ela tem outra coisa à caminho...


Português  / English 

Como todo livro da Whitney Gracia, a leitura flui com muita facilidade e nos arranca boas risadas, mas também nos arranca alguns suspiros. "Dirty Doctor" é o segundo livro da série Steamy Coffe Collection, e ele é praticamente na mesma temática do primeiro livro, "Naughty Boss". É aquele velho dilema entre chefe/funcionária que se odeiam e se amam ao mesmo tempo e fazem da vida um do outro aquele verdadeiro inferno. É um livro divertido e extremamente sexy. Posso contar um pouquinho pra vocês do que achei da leitura? Bom, vamos lá.

Nathalie Madison é uma residente que infelizmente tem o seu contrato interrompido para trabalhar um no hospital que sempre sonhou para sua formação como médica. Sua vida amorosa não é badalada e seus encontros nos últimos oito meses tem sido um tremendo desastre, fazendo com que ela desacredite mais ainda em relacionamentos duradouros. Ela atualmente se corresponde com um cara que tem o apelido de "D-Doctor" no New York Minute, um site exclusivo e privado criado para os profissionais de elite da cidade. A ideia do site é que um encontro aconteça dentro das três primeiras conversas, mas isso não acontece com os dois. Nathalie, ou melhor, "JerseyGirl7" prefere manter o relacionamento deles estritamente online, não trocando nem fotos ou informações demais. 

Dr Ashton Garret é um médico renomado na cidade de Nova York e um dos proprietários da clínica Park Avenue Wellness, e não aguenta mais a incompetência de sua equipe médica, o fazendo ter que fazer procedimentos Papanicolau, o qual ele odeia ter que fazer. Ele é um terapeuta, mas também é um solteirão que não se envolve romanticamente com ninguém há muito tempo, e passar o tempo no New York Minute trocando conversas sujas e bem quentes com JerseyGirl7 é o ponto alto do seu dia. 

Eles dois finalmente resolvem marcar um encontro já que JerseyGirl7 está em Nova York para assuntos de trabalho, mas quando ela chega ao restaurante que eles tinham combinado de se encontrar, ela não esperava encontrar quem estava na mesa 12 a esperando para realizar todas as fantasias trocadas por mensagem durante tanto tempo. É um pouco óbvio, eu sei, dado o fato de que Nathalie foi despedida e está em Nova York para terminar sua residência médica. Mesma cidade que D-Doctor mora, tem sua clínica... hmmm será? 
"Eu mal posso me concentrar sabendo que você está no mesmo prédio que eu..."
"Dirty Doctor" por mais clichê que possa ser, mesmo trazendo a temática parecida do primeiro livro da série, não deixou de ser divertido, ter diálogos que me fizeram rir bastante, principalmente com tudo o que acontece bem debaixo dos narizes dos protagonistas. Whitney Gracia tem uma leveza na escrita que faz com que a leitura flua muito bem, sem muita repetição e não faz com que o livro seja uma leitura massante. Espero que vocês gostem assim como eu gostei, e se você lê ou arranha no inglês vale a pena dar essa chance!



Português  / English 

Like every book by Whitney Gracia a reading flows very easily and gives us good laughs, but it also draws us a few sighs. "Dirty Doctor" is the second book in the Steamy Coffe Collection series, and it's pretty much on the same theme as the first book, "Naughty Boss." It is the Old Dilemma between boss / employee who hates and loves each other at the same time and makes life to the other whole hell. It's a fun and extremely sexy book. Can I tell you a little about what I found reading? Well, come on.

Nathalie Madison is a resident who unfortunately has her contract interrupted to work one at the hospital she has always dreamed of for her medical training. Her love life is not hot and her encounters over the past eight months have been a tremendous disaster, making her even more discredited in long-term relationships. She currently corresponds to a guy who has the nickname "D-Doctor" on the New York Minute, an exclusive and private site created for the city's elite professionals. The idea of the site is that an encounter happens within the first three conversations, but this does not happen with both. Nathalie, or better, "JerseyGirl7" prefers to keep their relationship strictly online, not exchanging too much photos or information.

Dr. Ashton Garrett is a renowned doctor in New York City who and one of the owners of the Park Avenue Wellness clinic, and can not stand the incompetence of his medical staff anymore, making him have to do Pap Smear procedures, which he hates to have to do. He is a therapist, but he is also a bachelor who has not romantically engaged with anyone in a long time, and spending time at the New York Minute exchanging dirty, hot conversations with JerseyGirl7 is the highlight of his day.

The two finally decide to set up a meeting since JerseyGirl7 is in New York for work, but when she arrives at the restaurant they had arranged to meet, she did not expect to find anyone at table 12 waiting for her to perform all the fantasies exchanged per message for so long. It's a bit obvious, I know, given the fact that Nathalie was fired and is in New York to terminate her medical residency. Same city that D-Doctor lives, has his clinic... hmmm?
"I can barely focus knowing you're in the same as me..."
"Dirty Doctor", no matter how clichéd it may be, even bringing the similar theme of the first book in the series, was not without fun, having dialogues that made me laugh a lot, especially with everything that happens right under the noses of the protagonists. Whitney Grace has a lightness in writing that makes the reading flow very well without much repetition and does not make the book a mass reading. I hope you like it the way I like it, and if you read or scratch in English it's worth giving that chance!


Compre: Amazon Br | Amazon US | Kobo 

10 comentários

  1. Adorei a história e é um tema que adoro. O tipo de livro que aliás estou com saudade de ler. Ainda não li a resenha primeiro, mas por este já tenho certeza que irei adorar.

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, adoro estes livros em inglês que você trás, e ao mesmo tempo odeio, pois não leio em inglês... :(
    Eu gostaria de ir na clínica deste médico.... kkkk
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose

      Eu também gostaria de ir na clínica desse médico hahahahahahah

      Excluir
  3. Oiii!

    Que pena que não tem português, eu ainda não sou muito boa no idioma. hahaha achei o livro um clichêzinho bacana! Quem sabe eu não tente um dia desses.

    beijinhos,

    ResponderExcluir
  4. Oiiie

    Realmente parece um clichêzinho!!! Fiquei tentada à baixá-lo para testar o inglês hahahah

    Adorei a resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Recentemente eu li outro livro da autora (Sinceramente, Carter) e foi uma leitura gostosa. No entanto, Dirty Doctor não me interessou. Essa relação chefe/funcionário que se amam e se odeiam me irrita bastante, não só por ser clichê, mas porque é uma situação totalmente antiética e muitas vezes romantiza coisas que não deveriam acontecer no ambiente de trabalho, inclusive o assédio.
    Enfim, fico feliz que tenha gostado da leitura e gostei da sua resenha, mas vou passar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi amada!
    meu ingles ainda não me permite uma leitura dessas, mas gostei da dica pois gosto de histórias leves e engraçadas pra descansar a mente!
    Parabéns pela resenha!
    Paula Juliana
    Overdose Literária
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Parece ser ótimo o livro, infelizmente inglês não é o meu forte. Haha Uma pena não ter o livro em português.
    Vou anotar sua dica, pois ainda quero aprender inglês. <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oie
    é sempre bom umas dicas de livros em inglês para quem procura se aprimorar no idioma e esse parece ser bem fácil para iniciantes, então adorei a dica e vou me esforçar para conseguir ler a resenha toda pois já é um treino para meu inglês

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Mito boa a premissa do livro, eu adoro livros estilo gato e rato, são muito bons e sempre me divirto muito, ainda mais quando vou dar boas risadas, vale super a pena. Bem que esses livros poderiam vir para o Brasil, acho que irei treinar meu inglês lendo esse e-book hein.. adorei conhecer!

    beijos!

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por