04 abril 2018

Capa & Sinopse: Rebel Heir + Sneak Peek


Quem aí adora quando as autoras Vi Keeland e Penelope Ward se juntam? Bom, nós adoramos. As autoras trazem seu próximo lançamento neste mês de Abril na gringa, e infelizmente sem data prevista para o Brasil. Além de trazer a capa e sinopse pra vocês, as autoras liberaram um trecho desse livro que promete ser pra lá de quente no cenário do verão nos Hamptons. "Rebel Heir" é o primeiro livro de uma duologia da "Rush Series Duet". Vejam a seguir a sinopse e trecho feitos em tradução livre pra vocês!


Rebel Heir (Rush #1)
Lançamento: 09 de Abril de 2018
Gênero: Romance Contemporâneo
por Vi Keeland & Penelope Ward 


Sinopse: As autoras best-sellers do New York Times Vi Keeland e Penelope Ward, trazem o primeiro livro em um novo e sexy dueto.

Como começar um ótimo verão nos Hamptons:

Alugar um lindo lugar na praia. Verificado 

Conseguir emprego em um local badalado no verão. Verificado 

Como estragar um ótimo verão nos Hamptons:

Apaixone-se pelo único cara com uma jaqueta de couro escura, com a testa franzida e olhos intensos que não combinam com o resto da multidão. Um cara que você não pode ter quando se for no fim da temporada.

Verificado. Verificado. Verificado 

Eu devo acrescentar — especialmente quando o cara é o deus sexy e tatuado do seu chefe. 

Especialmente quando ele não é só o proprietário do seu local de trabalho, mas herdou metade da cidade.

Especialmente quando ele é malvado pra você.

Ou assim eu pensava.

Até uma noite quando ele exigiu que eu entrasse em seu carro para que ele pudesse me levar para casa porque ele não me queria andando no escuro. 

Foi assim que tudo começou com Rush.

E então, pouco a pouco, algumas das paredes deste homem durão começaram a cair.

Eu nunca esperei que nós dois, aparentemente opostos por fora, fôssemos ficar tão próximos.

Eu não deveria me apaixonar pelo herdeiro rebelde, especialmente quando ele deixou claro que não queria cruzar a linha comigo. 

À medida que a temperatura se tornava mais fria, as noites tornaram-se mais quentes. Meu verão ficou muito mais interessante — e complicado.

Todas as coisas boas devem chegar ao fim, certo?

Exceto o nosso fim, que eu não vi chegando.


Adicione ao GoodReads: https://bit.ly/2IrDcnA


                                               

TRECHO: "Tudo pronto." Eu encontrei Gia no quintal tomando sol. Claro, ela tinha que estar deitada de bruços para que eu pudesse dar uma olhada em sua bunda. Isso era fenomenal pra caralho. Como um coração gordinho de cabeça para baixo de onde eu estava. Eu passei a última hora fingindo consertar o carro dela e imaginando-a cavalgando em mim como uma vaqueira, as bochechas da bunda balançando como uma fodida gelatina enquanto ela me montava com força. Eu tive que forçar meus olhos para seu rosto e limpar minha garganta para continuar. “Aqui estão suas chaves. Seus rotores foram baleados, também. No futuro, não use freios ruins. Apenas transforma um pequeno problema em um grande problema.”

Ela protegeu os olhos do sol e torceu o pescoço para olhar para mim, ainda não virando a seu estômago. “Oh. Tudo bem. Obrigada. Posso te fazer um almoço? É o mínimo que posso fazer para pagar por horas de trabalho no meu carro.

Essa bunda está no menu?

"Não. Eu tenho que ir.”

Ela levantou do chão de barriga para os joelhos em uma pose como de yoga, tomando seu tempo doce antes de se virar.

"Tem certeza?" Ela mordeu o lábio inferior. “Você tinha que ter aberto o apetite.”

Ela está de sacanagem comigo? Eu tinha um bom apetite. "Eu tenho que correr."

Eu soava como um disco quebrado, mas aqui estava eu, ainda de pé. Minha cabeça queria dar o fora daquele jardim, mas meus pés traidores não se mexiam. Nem mesmo quando ela se levantou, virou-se e praticamente esfregou sua bunda contra mim enquanto segurava o protetor solar. “Você poderia passar um pouco de protetor solar nas minhas costas antes de ir? Eu não quero queimar.”

Não.  “Claro.”

“Obrigada.”

Peguei o filtro solar e espremi uma bola de creme branco na palma da minha mão. Engolindo em seco, comecei a esfregar nas costas dela. Seus ombros eram quentes e macios como uma pequena camada de penugem. Isso me lembrou de um pêssego. Minha boca salivou com o pensamento de mordê-la.

"Você poderia ir um pouco mais pra baixo?"

Minha respiração ficou difícil e meu pau inchou quando eu abaixei minhas mãos e esfreguei no meio das costas dela. Eu estava invadindo um território perigoso.

“Mais pra baixo” ela disse. Eu soube pela sua voz ofegante que eu não era o único excitado. 

Eu abaixei até apenas acima da parte de baixo do seu maiô e esfreguei toda a loção.

Quando eu terminei, ela virou a cabeça para que eu pudesse ver o lado de seu rosto e fechou os olhos para sussurrar, "Mais pra baixo".

Foda-me.

Eu não pude me conter. Peguei o protetor solar cremoso e apertei o suficiente na minha mão para cobrir o corpo inteiro de uma pessoa grande e então comecei a esfregá-la em suas nádegas. Ela tinha a mancha mais original em forma de coração em seu lado esquerdo que era perfeitamente simétrica. Eu corri meus dedos sobre isso. Quando eu segui uma poção de loção até o topo de seu traseiro, e lentamente a esfreguei traçando o material de seu maiô entre suas bochechas, ela soltou um gemido baixo.

Mais. Faça mais sons como esse.

                                                   

PRÉ-VENDA

Google Play http://smarturl.it/pe0ir3
Livro Físico na Amazon  http://smarturl.it/kinhxc



* Todo o material utilizado foi disponibilizado pelas autoras em parceria com Ink Slinger PR e feitos em tradução livre *

* Sinta-se livre para usar o material dando o devido crédito ao blog *

5 comentários

  1. Conheço a Vi Keeland, mas n conheço a outra escritora. O livro parece ser interessante, mas confesso que n costumo ler o gênero erótico. Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Oiii Camila

    Que capa linda e com certeza os fãs das autoras devem estar na expectativa pra conferir ligo mais essa dualogia. Espero que venha logo ao Brasil os fãs brasileiros merecem.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, não li nada delas ainda, e pelo visto vou ter que ficar na torcida para que este livro não demore aqui em bandas brasileiras.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oie
    não é bem meu estilo de livro mas foi bom saber mais sobre e espero que os fãs do gênero aproveitem

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  5. olá, não sabia da existência desse livro porque, infelizmente não é o tipo de leitura que procuro, então não compraria ou indicaria. Dessa vez, passo a dica.

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por