02 outubro 2018

Resenha: Ninguém Vira Adulto de Verdade

Livro: Ninguém Vira Adulto de Verdade
Autora: Sarah Andersen
Editora: Seguinte
Páginas: 120

Sinopse: As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa. Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos. 



Oi, gente! Hoje venho trazendo para vocês a resenha desse livro que possuem tirinhas um tanto quanto engraçadas, mas que fazem parte do dia-a-dia de muita gente (me inclua nesse muita gente haha). Eu sempre vi as tirinhas na internet e ficava mega curiosa pra comprar os livros, mas eles sempre ficavam pra segundo plano. Abracei logo os 3 lançamentos que saíram pela Editora Seguinte em uma promoção que teve na Amazon e simplesmente amei. 

A Sarah é uma cartunista de 25 anos que trás pra gente em "Ninguém Vira Adulto de Verdade", algumas situações que acontecem no nosso cotidiano de forma bastante cômica. Me identifiquei demais em algumas tirinhas pelo fato de "É MUITO VERDADE" HAHAHA Eu devorei o livro em algumas horas e me diverti bastante com a leitura! Esse livro é aquele livro que não tem muito o que dizer, você precisa pegar e vivenciar por si mesmo e entrar nesse mundo incrível das tirinhas da Sarah. 


Quando vi essa tirinha lembrei de muitas amigas minhas que vivem falando que não aguentam mais os namorados/maridos/etc e ai postam lindas declarações de amor. Vontade de tacar o telefone na cara delas, isso sim hahaha



Com essa tirinha só consegui pensar que eu sou muito medrosa quando o assunto é filme de terror. Eu ADORO filmes de terror, não importa qual seja, mas depois eu fico morrendo de medo da minha própria sombra e quando eu estou sozinha em casa passo a noite com a TV ligada no desenho animado e com meus dois gatos perto de mim hahaha SOCORRO!

Bom, eu realmente espero que vocês possam dar a oportunidade para os quadrinhos da Sarah Anderson porque com toda a certeza irão se identificar com várias situações e rir bastante e ver que realmente ninguém vira adulto de verdade. Até a próxima...



13 comentários

  1. Que legal, o formato tirinhas é um estilo de leitura que fala sobre o cotidiano de maneira descontraída, gosto muito. A identificação com situações que acontecem no dia a dia nos aproxima mais das obras. Essa me parece muito bacana.

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, tudo bem?

    Estou simplesmente louca pelos livros da autora, pois acho simplesmente genial a forma como ela trabalha suas tirinhas, e como muitas vezes nos aproxima da nossa realidade através delas. Ela trazer situações comuns com um fundo de reflexão é com certeza um dos pontos mais bacanas. Adorei sua opinião, me deixou mais ansiosa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Gente acho essas tirinhas muito divertidas, não sabia que tinha um livro com uma coletânea delas.
    Gente também tive um tempo em que só dormia com a TV ligada, eu tinha muito pesadelo e precisava de uma luz na hora de acordar, mas meus pesadelos não dizia respeito a terror e sim medo de não estar enxergando

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente adoro livros que compilam tirinhas. Para mim funciona até como "Minutos de Sabedoria" hehe gosto de abrir o livro em uma página e ler a tirinha daquele dia, ver se tem a ver com o que vivenciei. Vou buscar para ter na coleção.

    ResponderExcluir
  5. Adoro livro em forma de tirinhas, acho que a leitura fica super dinamica e leve. e super concordo com você sobre as amigas que vivem falando que não aguentam mais os namorados e mesmo assim postam declarações de amor. Da vontade de comentar um longo "Affffffff" na foto.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, porém amo as tirinhas da Sarah. Ela é muito minha referência como artista, ela é um amorzinho.

    www.popsicle.com.br

    ResponderExcluir
  7. Achei bem legal esse livro fazia um bom tempo que não via uma tirinha. Fiquei curioso para conhecer mais sobre essa obra.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem Camila?
    Eu não conhecia esse livro em especial da Editora Seguinte e achei bem legal a premissa, fiquei interessado e curioso sobre essa leitura. Parabéns pela resenha, ficou bem legal e vou anotar a sua dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Que legal isso!
    Eu também amo terror mas fico depois com medo e atenta de qualquer barulhinho rs
    Mas é esse medo que me faz ler, livro de terror que não dá essa brisa é pq não é taaao bom rs
    Adorei, não conhecia e vou procurar para ler! Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler essa HQ, e olha que eu normalmente não leio quadrinhos. Porém, acho os temas muito legais, justamente porque estão muito ligados ao nosso cotidiano. Acredito que é uma leitura que dá para se identificar bastante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi! Aí, eu adoro as tirinhas da Sarah. Eu acho a personagem muito fofinha e me identifico com várias situações. Tem uma que é sobre biblioteca particular que é minha favorita. Agora, não sabia que já tem três livros aqui :O claramente, corri pra Amazon e coloquei na wish list. Adorei ver um post sobre as tirinhas, ficou super legal! Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Hahaha... Eu tô rindo horrores do gato! Tenho dois também. RS... Faz tempo que quero ter esses livros, acho as tirinhas o máximo. Pena que perdi essa promoção em que você adquiriu os três de uma vez! Acho que vou me identificar muito com essas situações do cotidiano, certeza que vou me divertir com a leitura.

    ResponderExcluir
  13. Eu vi este livro e fiquei encantada com ele, mas não li ainda, apenas folhiei. Também adoro filmes de terror, mas realmente, depois de ver dá sempre aquele medinho. Hoje em dia nem tanto, mas quando eu era criança, dava.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

© BLOG TELL ME A BOOK- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por